5 de junho de 2011

AUTO ESTIMA

É muito comum ouvirmos as pessoas dizerem que se amam, que mantém sua auto estima em alta, mas o amor  próprio é muito mais profundo que imaginamos.

Responda honestamente a você mesma(o)?
Você gosta incondicionalmente de você?

É feliz na sua vida como ela está?

Faz todas as coisas que lhe fazem bem?

Procura ter bons pensamentos ativos?

Logicamente que a maioria das respostas será "não". Se uma pessoa não se ama, não procura fazer sua própria felicidade, não conseguirá jamais amar verdadeiramente outra pessoa. Como pode dar algo que não tem?

Uma pessoa pode dizer que ama outra pessoa, mas o que acontece é que ela deve estar apenas apaixonada e paixão é bem diferente de amor, deve estar querendo amor de verdade, mas não consegue.

Dentro da aura de cada um existe um campo magnético que produz o magnetismo  do amor.

Quando a pessoa se ama de verdade, esse campo magnético começa a irradiar um fluxo de energia especial, que se expande sobre todas as pessoas de seu convívio (até mesmo sobre alguém que você não conheça). Quando você se aproxima, elas sentem um calor, um sentimento de amor, sentem vontade de ficar ao seu lado, de conversar, estreitar laços de amizade.

Este encontro magnético acontece porque existe em você um fator de atração do amor próprio, e este só ocorre quando alguém o irradia telepaticamente e, logicamente, só conseguirá irradiar esta energia se realmente a estiver sentindo.


É por esta razão que muitas vezes algumas pessoas não se sentem bem ao lado de outras, e, dependendo da situação, considerando a falta de conhecimento, é comum pensarem que essas outras podem estar "carregadas". Elas não estão carregadas no sentido literal da palavra; o que acontece é que estão sem nenhum amor próprio e, desta forma, irradiam ao espaço esta sensação de negatividade.


Uma pessoa que não se ama não está preparada para atrair a pesssoa  certa no amor e, quando atrai alguém, certamente será a pessoas errada e futuramente verá o erro que cometeu. Muitos querem encontrar sua verdadeira alma gêmea, mas, como, se não existe o principal dentro dela?

Toda pessoa que não se ama pelo seu magnetismo pessoal, acabam atraindo também pessoas com a mesma característica, e, devido a esta atração começam os problemas em relação a afetividade. Acabam sempre dividindo mágoas e ressentimentos.

Nunca poderemos dar amor, ou sermos amados verdadeiramente, se não formos os primeiros a fazê-lo. E, para isso precisamos aprender a nos dar amor.

E como é possível isso? Vejamos:

Os mandamentos da da auto estima:


- QUEM SE AMA DE VERDADE EVITA PENSAR OU VIVENCIAR O PASSADO TRISTE E, QUANDO SE LEMBRA, MENTALIZA APENAS COMO EXPERIÊNCIA PARA SUA EVOLUÇÃO; VÊ DE FORMA FRIA E NATURAL TUDO O QUE ACONTECEU NO PASSADO E PROCURA TIRAR PROVEITO/APRENDIZADO DESSES ACONTECIMENTOS.


- QUEM SE AMA DE VERDADE, MANTÊM O CONTROLE EMOCIONAL PARA NÃO DEIXAR AS CALÚNIAS, PALAVRAS OFENSIVAS E DESARMONIAS CAÍREM SOBRE A SUA AURA.


- QUEM SE AMA DE VERDADE NÃO ESPERA SER COMPREENDIDO, PREFERE COMPREENDER AS PESSOAS DE UM MODO GERAL, MANTÊM-SE DE BEM COM A VIDA E NÃO SE PREOCUPA COM A OPINIÃO ALHEIA.


- NÃO DÁ OUVIDOS ÀS CRÍTICAS, PARA QUE ELAS NÃO EVOLUAM.


- QUEM SE AMA DE VERDADE NÃO GUARDA RAIVA, RANCOR OU RESSENTIMENTO, VÊ TUDO A SUA VOLTA COMO SE FOSSE UM PROCESSO DE AUTO-CONHECIMENTO, ESTÁ SEMPRE DISPOSTO A PERDOAR E COMPREENDER EM QUALQUER SITUAÇÃO.


- QUEM SE AMA DE VERDADE NÃO ACEITA SUGESTÕES NEGATIVAS, POLICIA SEUS PENSAMENTOS E PROCURA ANALISAR CADA UM.


- QUEM SE AMA DE VERDADE NÃO SE MAGOA, NÃO FICA CHORANDO QUANDO É MAGOADO. NÃO SE ENTRISTECE POR QUALQUER RAZÃO, NÃO PERDE O CONTROLE EM QUALQUER SITUAÇÃO E NÃO SE DEIXA LEVAR POR QUALQUER SITUAÇÃO NEGATIVA.


- QUEM SE AMA DE VERDADE NÃO TEM MEDO DA MORTE, DAS DOENÇAS, DA POBREZA OU FALTA DE DINHEIRO, NÃO SENTE MEDO, NÃO SE APEGA A NADA.


- QUEM SE AMA SENTE CORAGEM E SEGURANÇA DE SEMPRE RECOMEÇAR, SE FOR NECESSÁRIO, SEM MEDO DO DESCONHECIDO.


(texto extraído do site Portal Arco Íris)
Imagens: anderson-de-bara-agelu.webnode.com.br
                  blogdoelioficial.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

MEDITAÇÃO DA LUZ DOURADA

MEDITAÇÃO DA LUZ DOURADA
Deve-se estar sentado confortável com a coluna vertebral bem direita. Começamos por inspirar profundamente pelo nariz e expiramos pela boca. Visualizamos a inspiração em energia branca e pura e a expiração levando todas as toxinas e energias negativas em névoas negras. Seguidamente concentramo-nos na energia do universo, das estrelas, dos planetas e focalizamo-nos em inspirar essa energia, preenchendo-nos completamente com ela. Sentimos o nosso corpo envolvido e preenchido com essa energia de paz e amor universal. Mantemos esta sensação durante cerca de dois minutos e depois, lentamente, pensamos somente em inspirar paz. Pensamos na paz e concentramo-nos na respiração desse sentimento, um sentimento de paz. Quando expiramos, enviamos paz também para o universo, preenchendo-o. Fazer esta respiração durante cerca de dois minutos e está-se pronto para a Meditação da Luz Dourada. Visualizamos de seguida, que inspiramos uma luz dourada. Sentimo-la a entrar para os nossos pulmões e a espalhar-se por todo o nosso corpo. Fazêmo-lo nove vezes. Passamos a respirar regularmente pelo nariz. Depois, começamos a visualizar uma linha dourada desde a base da espinha até ao topo da cabeça. Visualizamos essa linha dourada da grossura de um fio de electricidade. Fazêmo-lo nove vezes. Visualizamos então a grossura do fio dourado a aumentar lentamente até atingir a grossura de um lápis. Sentimos a luz dourada desde a ponta da espinha até ao topo da cabeça. Novamente sentimos a expansão da grossura da luz dourada até atingir a grossura de um dedo a fluir desde o topo da cabeça até à base da espinha. Agora, sentimos a luz a expandir-se para uma coluna de luz dourada que flui desde a base da espinha até o topo da cabeça. Visualizamos esta bela coluna de luz dourada a expandir-se lentamente até nos envolver completamente todo o corpo. Ficamos a sentir, pacificamente, essa luz dourada a envolver-nos. Agora, lentamente visualizamos a coluna de luz que nos envolve, a transformar-se num grande ovo de luz dourada que nos envolve completamente. Sentimos a sua paz e também a sua protecção. Tudo o que está dentro desse ovo cintila de energia, alimenta a nossa aura de energia e fortalece-a. Ficamos durante cerca de dois minutos sentindo-nos envolvidos por esse ovo de luz dourada. Depois, começamos a visualizar o encolhimento do ovo dourado. Primeiro sentindo-o voltar à forma de coluna, e depois lentamente sentimo-la encolher até à base da espinha e ao topo da cabeça. Depois sentimo-la a encolher lentamente até ficar do tamanho de um dedo, depois de um lápis, e finalmente, da grossura dum único fio dourado. Agora, sentimos a energia desse fio dourado a fluir desde a base da espinha até ao topo da cabeça e focalizamo-nos no ponto de intersecção das linhas do terceiro olho e do topo da cabeça. Respiramos por nove vezes, sentindo a energia da luz dourada nesse local da cabeça e depois, deixamos a energia fluir de novo para a boca, estômago, baixo abdómen, deixando-a dissolver-se aí lentamente. Respiramos fundo mais umas quantas vezes e sentimos toda a paz e protecção que essa luz dourada nos proporcionou. Sentimos que podemos fazer esse exercício sempre que quisermos, envolver-nos nessa luz dourada e fortalecer a nossa aura com a sua protecção e energia.

Seguidores

Follow by Email

“O que for a profundeza do teu ser, assim será teu desejo.

O que for o teu desejo, assim será tua vontade.

O que for a tua vontade, assim serão teus atos.

O que forem teus atos, assim será teu destino.”

Brihadaranyaka Upanishad

Transforme-se em ti mesmo e descubra quem você é.

Transforme-se em ti mesmo e descubra quem você é.
Seja LUZ !!!

DEIXE A TUA LUZ BRILHAR

DEIXE A TUA LUZ BRILHAR
Desperte para a regeneração da alma e do próprio corpo físico, começando por se desintoxicar daquilo que desequilibra a tua saúde física. Depure e purifique teus pensamentos, olhando mais para o Sol da verdade, do que para as nuvens da ignorância. Quem se faz luz não teme a escuridão, nem nevoeiros passageiros. Sabe que tudo que não for essencialmente divino, passa e se transmuta. Sendo assim, transmute-se!