10 de julho de 2012

AS ORIGENS DAS DOENÇAS

Todas as doenças têm origem num estado de não-perdão!

por Amarilis Amaral Torres Sanches

Sempre que estamos doentes, necessitamos procurar dentro de nossos corações para descobrirmos quem precisamos perdoar.

O conhecido livro Course in Miracles (Um curso em milagres) diz: "Toda
doença tem origem num estado de não-perdão" e "Sempre que ficamos
doentes, precisamos olhar à nossa volta para vermos a quem precisamos
perdoar".


Eu acrescentaria a isso que a pessoa a quem você
achará mais difícil perdoar é a DA QUAL VOCÊ MAIS PRECISA SE LIBERTAR.
Perdoar significa soltar, desistir. Não tem nada a ver com desculpar um
determinado comportamento. É só deixar toda a coisa ir embora. Não
precisamos saber como perdoar. Tudo o que necessitamos fazer é estarmos
dispostos a perdoar. O Universo cuidará dos "como".


Compreendemos
bem demais nossa própria dor. Como é difícil para a maioria de nós
compreendemos que eles, sejam lá quem forem, que mais precisam de nosso
perdão, também estão sofrendo dor. Precisamos entender que eles estavam
fazendo o melhor que podiam com a compreensão, a consciência e o
conhecimento que tinham na época.

Quando alguém vem a mim com um
problema, não importa qual seja - má saúde, falta de dinheiro,
relacionamentos insatisfatórios, criatividade sufocada -, trabalho
unicamente numa só coisa, ou seja, em amar o eu.


Aprendi que, quando realmente amamos, aceitamos e aprovamos a nós mesmos exatamente como somos, tudo na vida funciona.
É
como se pequenos milagres estivessem em todos os cantos. Nossa saúde
melhora, atraímos mais dinheiro, nossos relacionamentos tornam-se mais
satisfatórios e começamos a nos expressar de forma plena e criativa.
Tudo parece acontecer sem nem mesmo tentarmos.


Amar e
aprovar a si mesmo, criar um espaço de segurança, confiança, merecimento
e aceitação resultará na criação da organização da sua mente, criar
relacionamentos mais amorosos em sua vida, atrair um novo emprego e um
novo e melhor lugar para viver, e até permitir que seu peso corporal se
equilibre. Pessoas que amam a si mesmas e aos seus corpos não se
prejudicam nem prejudicam os outros.


A auto-aprovação e a
auto-aceitação no aqui e agora são as principais chaves para mudanças
positivas em todas as áreas de nossas vidas.

O amar a si mesmo,
amar o eu, começa com jamais nos criticarmos por nada. A crítica nos
tranca dentro do padrão que estamos tentando modificar. A compreensão e
os sermos gentis conosco mesmos nos ajudam a sair dele. Lembre-se, você
esteve se criticando por anos e não deu certo. Tente se aprovar e veja o
que acontece.




Na infinidade da vida onde estou, tudo é perfeito, pleno e completo.
Acredito num poder muito maior do que eu que flui através de mim cada momento de cada dia.

Abro-me à sabedoria interior, sabendo que existe apenas Uma Inteligência neste Universo.
Desta Inteligência vêm todas as respostas, todas as soluções, todas as curas, todas as novas criações.

Confio
nesse Poder e Inteligência, sabendo que seja o que for que eu precise
saber é revelado a mim e que seja o que for que eu precise vem a mim na
hora, no espaço e na sequência certos.

Tudo está bem no meu mundo.

Fonte: Louise Hay - Você Pode Curar a a Sua Vida
Imagem

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

MEDITAÇÃO DA LUZ DOURADA

MEDITAÇÃO DA LUZ DOURADA
Deve-se estar sentado confortável com a coluna vertebral bem direita. Começamos por inspirar profundamente pelo nariz e expiramos pela boca. Visualizamos a inspiração em energia branca e pura e a expiração levando todas as toxinas e energias negativas em névoas negras. Seguidamente concentramo-nos na energia do universo, das estrelas, dos planetas e focalizamo-nos em inspirar essa energia, preenchendo-nos completamente com ela. Sentimos o nosso corpo envolvido e preenchido com essa energia de paz e amor universal. Mantemos esta sensação durante cerca de dois minutos e depois, lentamente, pensamos somente em inspirar paz. Pensamos na paz e concentramo-nos na respiração desse sentimento, um sentimento de paz. Quando expiramos, enviamos paz também para o universo, preenchendo-o. Fazer esta respiração durante cerca de dois minutos e está-se pronto para a Meditação da Luz Dourada. Visualizamos de seguida, que inspiramos uma luz dourada. Sentimo-la a entrar para os nossos pulmões e a espalhar-se por todo o nosso corpo. Fazêmo-lo nove vezes. Passamos a respirar regularmente pelo nariz. Depois, começamos a visualizar uma linha dourada desde a base da espinha até ao topo da cabeça. Visualizamos essa linha dourada da grossura de um fio de electricidade. Fazêmo-lo nove vezes. Visualizamos então a grossura do fio dourado a aumentar lentamente até atingir a grossura de um lápis. Sentimos a luz dourada desde a ponta da espinha até ao topo da cabeça. Novamente sentimos a expansão da grossura da luz dourada até atingir a grossura de um dedo a fluir desde o topo da cabeça até à base da espinha. Agora, sentimos a luz a expandir-se para uma coluna de luz dourada que flui desde a base da espinha até o topo da cabeça. Visualizamos esta bela coluna de luz dourada a expandir-se lentamente até nos envolver completamente todo o corpo. Ficamos a sentir, pacificamente, essa luz dourada a envolver-nos. Agora, lentamente visualizamos a coluna de luz que nos envolve, a transformar-se num grande ovo de luz dourada que nos envolve completamente. Sentimos a sua paz e também a sua protecção. Tudo o que está dentro desse ovo cintila de energia, alimenta a nossa aura de energia e fortalece-a. Ficamos durante cerca de dois minutos sentindo-nos envolvidos por esse ovo de luz dourada. Depois, começamos a visualizar o encolhimento do ovo dourado. Primeiro sentindo-o voltar à forma de coluna, e depois lentamente sentimo-la encolher até à base da espinha e ao topo da cabeça. Depois sentimo-la a encolher lentamente até ficar do tamanho de um dedo, depois de um lápis, e finalmente, da grossura dum único fio dourado. Agora, sentimos a energia desse fio dourado a fluir desde a base da espinha até ao topo da cabeça e focalizamo-nos no ponto de intersecção das linhas do terceiro olho e do topo da cabeça. Respiramos por nove vezes, sentindo a energia da luz dourada nesse local da cabeça e depois, deixamos a energia fluir de novo para a boca, estômago, baixo abdómen, deixando-a dissolver-se aí lentamente. Respiramos fundo mais umas quantas vezes e sentimos toda a paz e protecção que essa luz dourada nos proporcionou. Sentimos que podemos fazer esse exercício sempre que quisermos, envolver-nos nessa luz dourada e fortalecer a nossa aura com a sua protecção e energia.

Seguidores

Follow by Email

“O que for a profundeza do teu ser, assim será teu desejo.

O que for o teu desejo, assim será tua vontade.

O que for a tua vontade, assim serão teus atos.

O que forem teus atos, assim será teu destino.”

Brihadaranyaka Upanishad

Transforme-se em ti mesmo e descubra quem você é.

Transforme-se em ti mesmo e descubra quem você é.
Seja LUZ !!!

DEIXE A TUA LUZ BRILHAR

DEIXE A TUA LUZ BRILHAR
Desperte para a regeneração da alma e do próprio corpo físico, começando por se desintoxicar daquilo que desequilibra a tua saúde física. Depure e purifique teus pensamentos, olhando mais para o Sol da verdade, do que para as nuvens da ignorância. Quem se faz luz não teme a escuridão, nem nevoeiros passageiros. Sabe que tudo que não for essencialmente divino, passa e se transmuta. Sendo assim, transmute-se!