30 de novembro de 2012

NOSSO EU

"Dentro de todos nós existe um “Eu” (vou chamar de Eu Superior) que reflete as nossas mais belas qualidades. 
Faz parte desse Eu a nossa sabedoria, a nossa capacidade de amar, a nossa força, a nossa coragem, a nossa luz. 
É ele quem nos indica sabiamente a direção a tomar quando estamos perdidos, é ele quem nos encoraja a superar obstáculos e nos empurra com firmeza em direção à vida e ao crescimento. 
É ele que nos ajuda a acreditar em nós mesmos, a amar e a perdoar."

 ~Patrícia Gebrim, psicóloga
"Dentro de todos nós existe um “Eu” (vou chamar de Eu Superior) que reflete as nossas mais belas qualidades. 
Faz parte desse Eu a nossa sabedoria, a nossa capacidade de amar, a nossa força, a nossa coragem, a nossa luz. 
É ele quem nos indica sabiamente a direção a tomar quando estamos perdidos, é ele quem nos encoraja a superar obstáculos e nos empurra com firmeza em direção à vida e ao crescimento. 
É ele que nos ajuda a acreditar em nós mesmos, a amar e a perdoar."


~Patrícia Gebrim, 
psicóloga

28 de novembro de 2012

CROP CIRCLE DE CHILBOLTON E A MENSAGEM DE ARECIBO DE 1974



Posted by Thoth3126 on September 10, 2012

A MENSAGEM DE ARECIBO e o Crop Circle de Chilbolton.

Esse talvez seja um dos episódios mais concretos sobre efetivo contato de nossa civilização com uma civilização extraterrestre, pelo menos é o que se pensa. Estamos falando sobre A Mensagem de Arecibo. Ora, o que vem a ser isto?

Bem, para início de conversa vamos retroceder no tempo, precisamente para 16 de novembro de 1974. Arecibo é um lugar situado na costa norte de Porto Rico . . .

Thoth3126@gmail.com

. . . Esse pequeno país, Porto Rico, foi colonizado pelos espanhóis, e em um passado mais recente, passou para o controle dos Estados Unidos até alcançar sua independência e autonomia política. Em Arecibo há uma imensa formação natural, uma cratera circular dentro da qual está instalado o maior rádio telescópio do mundo, Com diâmetro de aproximadamente 1.000 pés (cerca de 340 metros).

Um Rádio Telescópio É um tipo especial de telescópio que se utiliza de ondas de rádio para transmitir e captar sinais de rádio do espaço sideral mais longínquo.



O Rádio Telescópio de Arecibo, em Porto Rico

Em 1974, em consonância com o S.E.T.I. (Search for Extra-Terrestrial Intelligence-Busca por Inteligência Extraterrestre), técnicos do observatório de Arecibo enviaram ao espaço uma mensagem codificada, cuja decifragem se baseia na compreensão do código binário.

Para Que tal Mensagem fosse transmitida a capacidade do transmissor foi incrivelmente aumentada para uma potência de até 20 terawatts. Para se ter uma ideia dessa medida 1 terawatts equivale a UM trilhão de watts. O sinal de rádio transmitido pelo Radio Telescópio de Arecibo, em Porto Rico, com a mensagem foi direcionado para a Constelação de Hércules, para o agrupamento estelar específico conhecido como M13 (com cerca de 350,000 estrelas), distanciado uns 25,000 anos-luz da Terra.

 
 



À direita, o agrupamento estelar conhecido como M13, situado em Hércules (com cerca de 350.000 estrelas),


Esquerda a Constelação de Hércules.

A Mensagem enviada de Arecibo tem características particulares que serão brevemente comentadas aqui.


- A) A mensagem consistiu em 1.679 pulsos de código binário transmitido a uma Frequência de 2380 Mhz.

- B) Temos aqui um detalhe matemático: 1.679 é o único produto específico de dois números primos DETERMINADOS, a saber: 23 e 73 (números primos são números divisíveis somente por 1 e por ele mesmo). Isso porque Pressupõe-se que uma civilização inteligente teria como compreender plenamente o conceito de números primos. Observe que a mensagem de natureza binária foi embasada (impressa) em uma matriz/malha de 23 células de largura por 73 de altura (vide gravura a seguir e abaixo, em preto e branco, da mensagem).


- C) O código binário (base 2) é muito mais simples que o sistema decimal (base 10).

Vejamos, a título de exemplo, como é uma formação do número 248 no Sistema decimal e não Sistema BINÁRIO :

SISTEMA DECIMAL (Base 10). Utiliza 10 algarismos (0 a 9)
248 = 24 x 10 + 8
24 = 2 x 10 + 4
2 = 0 x 10 + 2
Observe os últimos números de cada linha (RESTO), de baixo para cima, eles formam 2 4 8

SISTEMA BINÁRIO (base 2). Utiliza 2 algarismos (0 e 1)
248 = 124 x 2 + 0
124 = 62 x 2 + 0

62 = 31 x 2 + 0

31 = 15 x 2 + 1

15 = 7 x 2 + 1

7 = 3 x 2 + 1

3 = 1 x 2 + 1

1 = 0 x 2 + 1

Observe os últimos números de cada linha (RESTO), de baixo para cima, eles formam 1 1 1 1 1 0 0 0. Portanto 248 no Sistema BINÁRIO é 11111000




À direita: A mensagem enviada em 1974 e seu conteúdo em código

- D) A mensagem codificada consistia em 07 Setores (partes), cada um mostrando aspectos particulares de nossa civilização, dividida do seguinte modo, a começar do topo:

1ª parte: Representação binária dos números de 1 a 10.

2ª parte: Representação dos binários em números atômicos dos elementos Hidrogênio(1), Carbono (6),

Nitrogênio (8) e Fósforo (15), respectivamente. Esses são os elementos básicos essenciais da formação da vida na Terra.

3ª parte: Representa uma fórmula para as moleculas dos açúcares e bases de nucleotídeos do DNA humano. Observe que é uma seção maior da mensagem .

4ª parte: Representação Gráfica da “dupla-hélice” do DNA humano. No Centro o n º dos nucleotídeos do DNA.

5ª parte: No centro, outra representação gráfica, indicando a forma física dos seres humanos (disposição da cabeça, tronco e membros).

A esquerda dessa figura o número aproximado da população da Terra em código binário do ano de 1974, aproximadamente 4,29 bilhões de pessoas. Do lado direito uma estatura mediana de um homem da terra. Nela encontramos o n º 14 no sistema binário, que multiplicado pelo comprimento de onda de 12,6 cm resultará em 176,4 cm, ou aproximadamente, 1,76 m que é uma altura mediana de um homem normal do planeta Terra.

Não teria sentido enviar os dados dessa medida em “centímetros” ou “metros”, simplesmente porque indicam um padrão de sistema de unidade humano. Já falamos que a mensagem foi transmitida em uma Frequência de 2,380 Mhz. Para convertê-la no seu comprimento de onda basta dividir 300 por ela: 300/2380 = 0,12605 m, é que aproximadamente 12,6 cm. Esta é nossa “unidade de comprimento de onda”.

6ª parte: A representação do nosso Sistema Solar. Note que o sol está representado a direita como o quadrado maior. Por sua vez, a Terra é mostrada como o terceiro ícone da direita para a esquerda destacadamente. Cada desenho procura obedecer correlatamente o tamanho dos planetas.

7ª parte: Última mensagem da seção: nela uma representação e o tamanho do rádio telescópio de Arecibo. Vemos o desenho da antena parabólica e abaixo, em binários, o diâmetro do prato da antena = 100101111110, isto é, 2430 em decimal. Multiplicando esse valor por nossa unidade de comprimento de onda (12,6 centímetros), obtemos 30,618 centímetros, aproximadamente 1,000 pés, que é o diâmetro do prato da antena de Arecibo. Essa última parte indica a origem da NOSSA mensagem lançada ao espaço.
Pois bem, essa é a 1ª parte de nossa narrativa. Agora avancemos vinte e seis anos, para o ano de 2.000, e exatamente após a transmissão da mensagem de Arecibo, e em uma área adjacente ao Telescópio de Chilbolton, na Inglaterra. Naquele ano observou-se a formação de um “Crop Circle” ou círculo inglês também como é conhecido. (Observe a figura anterior acima). A figura é impressionante, como sempre é perfeita, obedecendo a uma simetria irretocável.
Acima e abaixo, os desenhos na plantação (Crop Circle) próximos do Telescópio de Chilbolton, DE 2001 vistos em dois ângulos diferentes com a face humana e a resposta da mensagem de Arecibo enviada pelo SETI em 1974. Chocante, para dizer o mínimo !!
Um ano mais tarde, precisamente em 14 de agosto de 2001, dois novos desenhos em plantações (Crop Circles) inglesas novamente se formaram próximos ao Telescópio de Chilbolton, separados entre si por cerca de 200 metros.
A primeira formação diz respeito a um círculo de cultura “inédito”. Claramente nela vemos uma imagem de um rosto Humanoide (ver foto a seguir ampliada), Principalmente quando visto de uma boa altitude, revelando uma qualidade magistral dessa formação.
Ampliação do Rosto Humano desenhado próximo ao Telescópio de Chilbolton, conforme foto anterior acima. Esta FACE se parece muito com a face existente na superfície de MARTE, na Planície de CYDONIA.

Geralmente uma formação dessas Plantações em círculos DEVE-se ao “abaixamento” dos talos das plantas, como se ali a vegetação tivesse sido “penteada”. No caso do Rosto Humano cada mecha de vegetação parece ter sido redemoinhada ”com intensidade diferente e separadamente das demais. Um trabalho minucioso e extremamente grandioso para ser obra de um artista intinerante.

A outra formação ganha a sua importância não exatamente pelo significado que traz ou pode trazer. Observe a figura abaixo e veja como ela é extremamente semelhante com a mensagem codificada de Arecibo, enviada ao espaço em 1974 e já discutida anteriormente.
A Mensagem em CROP CIRCLE deixada em Chilbolton como uma resposta à mensagem de Arecibo de 1974, usando os mesmos padrões de sinais.
Desenho do ano anterior, 2000, também próximo à Chilbolton e que substitui o telescópio de Arecibo, da mensagem de 1974.

Essa formação parece ter sido amassada “em grade, ou seja, cada setor foi cruzado e depois baixado (entrelaçamento). Seria essa uma extraordinária formação uma resposta a mensagem de Arecibo enviada em 1974? Se for, Quais as diferenças em relação de uma para a Outra ? Bem, é exatamente isso que iremos discutir a seguir.
Acima esta a resposta à mensagem humana de 1974, que foi impressa ao lado do Telescópio Chilbolton, 26 anos depois, no ano 2001 !!

Para começar, essa imagem binária desenhada em um campo adjacente em Chilbolton também está dividida em 07 Setores:

1 º Setor (Chilbolton): Mesma representação binária dos números de 01 a 10.


2 º Setor (Chilbolton): Indicam os n º atômicos dos elementos químicos essenciais a vida na Terra, acrescido de um valor EXTRA, inserido CORRETAMENTE na sequência binária original. Esse elemento adicional tem número atômico 14, que é o n º do elemento SILÍCIO (amplamente utilizado pela humanidade para fabricação de chips de computadores, inteligência artificial).

3 º Setor (Chilbolton): Mesma simbologia binária para uma fórmula estrutural dos açúcares e bases formadores dos nucleotídeos da molécula de DNA humano.

4 º Setor (Chilbolton): Observa-se um “ramo” a mais do lado esquerdo da dupla-hélice do DNA. Também há uma mudança sem código binário dos números dos nucleotídeos do DNA.

5 º Setor (Chilbolton): A representação gráfica da forma humanoide sofre mudanças significativas. Observar o volume da cabeça, bem Avantajado com relação aos Membros . Também os binários que REPRESENTAM A população do planeta e a Estatura do alienígena são diferentes em relação a mensagem original.

6 º Setor (Chilbolton): A Simbologia Planetária apresenta 09 planetas, além do 3º planeta a partir do Sol, o 4º e 5º Planetas também estão ressaltados , mais precisamente o quinto.

7 º Setor (Chilbolton): Esta última seção que na mensagem de Arecibo representa o prato do telescópio de rádio Encravado na rocha, mostra um diagrama da formação do “Crop Circle” do ano anterior (2000) de Chilbolton (ver abaixo). Também há mudanças no código binário com relação ao tamanho do transmissor. Iremos agora ponderar sobre as seções que apresentaram DIFERENÇAS, Como partes 2, 4, 5, 6 e 7.

Diferenças na 2 º parte: No círculo da Inglaterra temos uma coluna a mais inserida na seqüência correta, representativa do elemento SILICIO. Esse elemento químico que entraria na constituição física de extra-terrestres na mesma proporção e Importância QUE O CARBONO com relação aos terráqueos? Ou será que esse componente tem importância relevante na constituição da vida no Planeta Alienígena ?

Diferenças na 4 º parte: O ramo “extra” diferente e o n º de nucleotídeos sem dúvida nenhuma indica um DNA diferente. Poderá se tratar de um DNA exclusivo ou uma mutação do DNA humano.

Diferenças na 5 º parte: A representação gráfica no ser alienígena é bastante característica : Pernas e braços pequenos em relação ao crânio. Os olhos “enormes” reforçam essa característica. O n º binário que representa a altura do ser é 1000. Multiplicando esse valor pela unidade de comprimento de onda já calculada anteriormente, obtemos: 8 x 12,6 cm = 100,8 cm – aproximadamente 1 metro. Essa é uma medida compatível com a maioria dos relatos sobre contatos com ET’s. Todas estas características se enquadram na categoria dos seres extraterrestres conhecidos como “GREYS” ou “cinzentos”, talvez o tipo de extra-terrestre mais conhecido entre nós.
Uma variante da raça de Extraterrestres GREYS

Diferenças na 6 º parte: A diferença entre os sistemas solares pode indicar um sistema alienígena ou o nosso sistema solar no Futuro , Como alguns defendem. Nesse caso em destaque além da Terra, teríamos também os planetas Marte, Júpiter e o Cinturão de Asteróides (n.t. os restos do planeta MALDEK) entre esses dois astros. Dentro dessa teoria os planetas CITADOS seriam futuras colonizações dos moradores da Terra. (discordo, o sistema solar deve e parece ser o dos alienígenas que mandaram a mensagem através do Crop Circle de Chilbolton. Sobre Maldek ver em: http://thoth3126.com.br/doy-de-maldek-parte-i-historias-de-maldek/; http://thoth3126.com.br/doy-de-maldek-parte-ii-historias-de-maldek/.)

Diferenças na 7 º parte: A representação do “círculo de cultura”, formado no ano de 2000 em Chilbolton, no lugar da representação da parabólica de Arecibo pode ter diversas explicações. Sem dúvida alguma essa simbologia está relacionada com o lugar. Pela lógica Deveria representar o de algum planeta estelar LOCAL do Aglomerado estelar M-13 na Constelação de Hércules, de onde uma suposta resposta foi enviada, ou mesmo um pictograma remoto do planeta e seu sistema, desenhado no ano anterior em Chilbolton, como se fosse uma tentativa de COMUNICAÇÃO sobre a existencia “deles”, como quem diz: “Olha, nós estamos aqui !.
A Face esculpida pelos gracianos em CYDONIA, Marte, parte integrante de um complexo de edifícios que incluem pirâmides. Da esquerda (1976) para a direita (2001) é possivel ver o trabalho de “deformação” da imagem da face promovida pela NASA.

Enfim, há muito que se descobrir sobre as célebres formações de Chilbolton. Vale ressaltar que é notória a semelhança no ROSTO MARCADO no circulo com uma famosa “FACE” da superfície (em CYDONIA) marciana. A palavra chave nesse episódio mais extraordinário relativo aos círculos ingleses é Comunicação interplanetária !!!.

Haverá alguém Capaz de ler essas formações e nos dizer seus significados ? Do mesmo modo que o francês Champolion decifrou os complexos hieróglifos Egípcios ao encontrar a Pedra de Roseta? Tomara que sim. Ou talvez não. Talvez as respostas para tanto mistério venha do próprio espaço sideral, na forma de um contato mais direto, claro e profundo dos ocultos habitantes das estrelas.

Alguns Crop Circles muito interessantes:

A formação de Milk Hill com 409 círculos é provavelmente a maior, mais impressionante, mais bela e mais complexa jamais construída (o ponto preto que você NÃO consegue ver no círculo central é uma pessoa). Os estudiosos dos Crop Circles o receberam com entusiasmo, pois acreditaram finalmente ter encontrado um círculo acima de qualquer dúvida, um que não poderia ter sido feito por homens em apenas uma noite de trabalho (na Inglaterra uma noite de verão tem em média 5 horas de duração).
A gigantesca formação de Milk Hill: Em 12 de agosto de 2001, em Milk Hill apareceu a enorme formação composta de 409 círculos dispostos sobre 6 braços com um diâmetro de 787 pés (cerca de 240 metros). A formação de 409 círculos e cerca de 240 metros de diâmetro foi descoberta no domingo, em 12 de agosto, após uma noite de chuva. Este campo de trigo esta no ponto mais alto da região de Wiltshire, Inglaterra. O campo não é visível de nenhuma estrada e, para chegar perto, as pessoas devem andar por cerca de um quarto de hora do local mais próximo de onde devem estacionar o carro.

Nenhum grupo assumiu sua autoria até o momento. Para fazer esse desenho em uma noite, seria preciso desenhar cada círculo em menos de um minuto cada. Segundo alguns estudiosos e sites da internet a formação tem mais de 600 mil metros quadrados.
Um homem dentro e filmando um dos 409 círculos da formação de Milk Hill

Os desenhos dos círculos das Plantações não são apenas círculos, eles podem aparecer em muitas formas diferentes. O círculo na Plantação mais básico (e mais comum ) É o círculo único. Os círculos podem aparecer em dois conjuntos (pares), três (trios) ou quatro (quádruplos). Os círculos podem ser circundados por um anel externo fino.
Grande Formação em Ogbourne St. George em Wiltshire
 As hastes dentro do Círculo são curvadas no que é conhecido como Redemoinho em desenho, E os círculos podem girar em sentido horário ou anti-horário. Em vários círculos com desenhos, um pode girar no sentido horário e o outro no anti-horário. Mesmo um único círculo Pode Conter duas “camadas” de hastes, cada uma girando em uma direção diferente.

Na foto anterior, acima, vemos um Padrão circular espalhado ao longo da formação, com um ‘tufo’ no centro. Olhando de perto pode-se perceber a maneira como as plantas foram retorcidas, sem quebrar os caules.
 Um círculo perto de Silbury Hill em Wiltshire, Inglaterra, que lembra uma Pedra Solar Azteca
Os Círculos nas Plantações podem variar de alguns centímetros a algumas Centenas de metros. A maioria dos círculos eram antigos desenhos circulares simples. Mas depois de 1990, os círculos tornaram-se mais Elaborados. Esses desenhos mais complexos foram chamados de Pictogramas. Os Circulos nas plantações podem ser feitos para ter qualquer aparência: rostos sorridentes, flores ou até mesmo palavras. Os Círculos nas Plantações são às vezes desenhos únicos também, mas podem ser encontradas baseados em motivos antigos/históricos.
Uma formação em West Kennett, Wiltshire, na forma de um símbolo celta chamado Trisquel

Alguns dos desenhos mais sofisticados são baseados em equações matemáticas. O astrônomo e antigo professor da Universidade de Boston, professor Gerald S. Hawkins estudou vários Círculos nas Plantações e descobriu que as posições dos círculos, bem como triângulos e outras formas geométricas foram escolhidas com base em relações matemáticas específicas.

Em um desenho com um círculo externo e um interno, a área do círculo externo era exatamente quatro vezes a do interno. A precisão das formas indica que quem quer que tenha feito os círculos tem um conhecimento complexo de Geometria Euclidiana (a geometria de uma superfície plana Introduzida pelo matemático Euclides, de Alexandria).

A seguir, fotos de alguns dos mais espetaculares desenhos(que invariavelmente contém algum tipo de mensagem para a nossa humanidade, às vezes alguns avisos…) deixados nas plantações em campos ingleses nos últimos anos.
 Fonte

26 de novembro de 2012

PARA MUDAR SUA ENERGIA

Estratégias Mentais (o que vc deve fazer de dentro para fora)

1.Pense sempre, de forma positiva. Toda vez que um pensamento negativo vier à sua cabeça, troque-o por outro! Para isso, é preciso muita disciplina mental. Você não adquire isso do dia para a noite; assim como um “atleta”, treine muito.


2.Não tenha medo de nada e ninguém.
O medo é uma das maiores causas de nossas perturbações interiores.
Tenha fé em você mesmo. Sentir medo é acreditar que os outros são poderosos. Não dê poder ao próximo

3. Não se queixe. Quando você reclama, tal qual um ímã, você atrai para si toda a carga negativa de suas próprias palavras. A maioria das coisas que acabam dando errado, começa a se materializar quando nos lamentamos.

4. Risque a palavra “culpa” do seu dicionário. Não se permita esta sensação, pois quando nos punimos, abrimos nossa retaguarda para espíritos opressores e agressores, que vibram com nossa melancolia. Ignore-os

5. Não deixe que interferências externas tumultuem o seu cotidiano. Livre-se de fofocas, comentários maldosos e gente deprimida. Isto é contagioso. Seja prestativo com quem presta. Sintonize com gente positiva e alto astral

6. Não se aborreça com facilidade e nem dê importância às pequenas coisas. Quando nos irritamos, envenenamos nosso corpo e nossa mente.
Procure conviver com serenidade e quando tiver vontade de explodir, conte até dez

7. Viva o presente. O ansioso vive no futuro. O rancoroso, vive no passado. Aproveite o aqui e agora. Nada se repete, tudo passa. Faça o seu dia valer a pena. Não perca tempo com melindres e preocupações, pois só trazem doenças

Imagem

23 de novembro de 2012

A NOVA RESSONÂNCIA DA TERRA

Nas últimas semanas nossas vidas entraram em bruscas mudanças ,no ambiente humano se percebe fadiga,desorientação,dores físicas,tonturas,vertigens..

No social e político,mostraram-se abertamente as lutas de poder. O planeta Terra passou e está passando por mudanças marcadas e estamos sentindo esse ''balançar''.


A Terra está emanando uma nova frequência..,estamos naturalmente nos adaptando a ela,não importa se estás consciente ou não disto.

Estamos vivendo em um período de transição ''Mudaram o canal sem prévio aviso'' para alguns..,as pessoas estão querendo saber o que está REALMENTE acontecendo,como saber? É uma mudança não é? Como entender usando a velha filosofia? Nossa mente de 3ª dimensão..

Observem os movimentos sociais, estejam atentos a novos movimentos, ainda há muita confusão e luta de poder, inclusive os espiritualistas.
O novo modelo de poder deve se apoiar em bases diferentes! Há muita confusão sobre os que querem liderar a nova etapa.

Há processos que muitos de vocês experimentaram nas últimas semanas. Neste movimento terrestre, nosso corpo energético também se deslocou...nos sentimos fora do corpo, dispersos...desorientados...a cabeça com pressão principalmente do lado esquerdo, ombros pesados.
Participar de reuniões ou em um lugar cheio de gente se ver questionado ''O que eu estou fazendo aqui?''
Questionando a realidade sem entender os motivos, a mente não funciona como antes, incapacidade de memorizar ou até mesmo elaborar racionalmente, em fim, sensações indefinidas.

O que devemos fazer para atravessar estes tempos de transição?
A nova realidade é ainda desconhecida, devemos ter paciência e experimentar sem MEDO o que estamos sentindo, sem se queixar. Está na hora de se olhar no espelho e trabalhar seu mundo interior, só fazer o necessário no exterior, porque só seu mundo interior determina o que vai ocorrer logo.

Mais uma vez: conecte-se na energia, ela o orientará nos próximos passos sobre a superfície terrestre, temos que aprender a sintonizar nossas percepções como os animais antes de um tsunami.

A terra nos avisa em tempo! E tem muita gente desconectada das frequências terrestres,mas alguns dizem estar bem conectados com as redes sociais,celulares,GPS...
mas essas coisas não puderam te advertir sobre as mensagens de GAYA.

21 de novembro de 2012

NÃO FUJA DA RESPONSABILIDADE

Por Luizão Toledo
Somos responsáveis pelos males do mundo, seja como ignorantes ou como sábios.

Como ignorantes, somos responsáveis pelos males do mundo, quando alimentamos ilusões de conhecimento e de sabedoria sobre as nossas próprias necessidades e as alheias, quando na verdade temos ainda inúmeros preconceitos e praticamos separatismos, nos recusando a compartilhar a nossa luz, mantendo uma linguagem sectária e elitista, desprezando tudo aquilo que o outro ainda tem a nos oferecer, seja por saber mais ou por ter mais fé, refutando as nossas responsabilidades de participação, de seguir sempre aprendendo e de ensinar, e deste modo nos afastamos da nossa essência.

E também quando confundimos conhecimentos e experiências menores, com saberes e realizações realmente sólidos que fariam de nós verdadeiros iniciados, unidos interna e externamente –porque uma coisa leva inexoravelmente à outra-, para auxiliar a nós mesmos e ao mundo a evoluir e a sair da sua lamentável situação atual.

E então permanecemos isolados, apequenecidos e debilitados, como gosta o inimigo que quer separar para dominar, alimentando falsos saberes e presunção como drogas para confundir as mentes e reduzir os corações. Sim, o inimigo sedutor dentro e fora de nós, que quer iludir o nosso ego dizendo sermos muito sábios, que a auto-realização é fácil e que a culpa dos males do mundo é dos outros.

Quando na realidade seguimos ainda as palavras de mensageiros menores ou de falsos profetas, ou ainda acreditamos em ensinamentos antigos e defasados ou mesmo distantes e exóticos, ou então por falta de orientação espiritual autêntica, confundimos uma pequena graça alcançada (nem sempre com esforços regulares) com realização de alta monta, ouvindo assim apenas a voz das nossas mentes insuflada pela vaidade e a ignorância.

Como sábios, somos responsáveis pelos males do mundo, quando nos sentimos responsáveis por melhorar as coisas, admitimos a necessidade de empreender esforços e vamos à boa luta, tratando de melhorar como pessoas e de nos aproximar do nosso próximo, sabendo que cada um carrega uma parte de verdade e de bondade, estando abertos a aprender até com uma formiga, e que somente a soma de tudo isto é que nos aproxima realmente da Fonte Eterna.

E também quando buscamos a Verdade naquilo que é mais útil para a nossa a evolução espiritual, sem nos confundir e nem nos acomodar com ensinamentos que vendam ilusões ou seduzam o nosso ego, e quando praticamos o discernimento no dia-a-dia tratando de crescer como pessoas e nos aproximar do próximo, colhendo aquilo que ele tem a oferecer de bom em termos de saber ou de fé, acatando daí as nossas responsabilidades de nos integrar, de aprender e de ensinar.

E então buscamos seguir a vontade divina para superar as nossas limitações pessoais, quando mesmo tendo gostos e necessidades particulares, respeitamos e acatamos os valores dos outro, buscamos a união com o próximo e o fortalecimento das causas transformadoras que unem e criam realmente as novas coisas para todos, identificando corretamente a boa guiança e a orientação maior, dentro e fora de nós, e ouvindo assim a voz dos nossos corações.

E assim, como sábios ou como ignorantes, somos sempre responsáveis pelos males do mundo.

Fonte

16 de novembro de 2012

TUDO QUE EXISTE É FEITO DE NÚMEROS?


Os números têm participado de alguns eventos extraordinários no último século. Por exemplo, Einstein teve um vislumbre de que o universo estava em expansão antes mesmo de haver alguma evidência disto, antes mesmo do próprio Einstein achar que o universo físico poderia encolher ou expandir. Também, neste ano, o Grande Colisor de Hádrons (LHC) encontrou uma partícula que estava assombrando as equações dos físicos há pelo menos 48 anos. Por fim, a descoberta da radiação cósmica de fundo foi a comprovação experimental de uma previsão teórica de décadas antes.
Como a matemática “sabia” destas coisas? Como previsões teóricas encontraram um eco tão dramático no mundo físico? “Talvez por que a matemática seja a realidade”, diz o físico Brian greene, da Universidade Columbia, Nova Iorque (EUA). Talvez, se a gente for fundo o suficiente, vai descobrir que os objetos físicos, como mesas e cadeiras, são feitos não de partículas ou cordas, mas de números.
Este seria um problema difícil de resolver, acredita o filósofo da ciência James Ladyman, da Universidade de Bristol, Reino Unido, “mas pode ser menos enganoso dizer que o universo é feito de matemática do que dizer que é feito de matéria” completa ele.
Mas o que significa dizer que o universo é “feito de matemática”? Podemos começar perguntando do que é feita a matemática. O físico John Wheeler já disse que “a base de toda matemática é 0=0″.
Todas as estruturas da matemática podem ser derivadas de algo chamado de “conjunto vazio”, um conjunto que não tem elementos. Este conjunto corresponde ao zero. O 1 pode ser definido como o conjunto que contém apenas o conjunto vazio, o 2 como o conjunto que contém os conjuntos que correspondem a 0 e 1, e assim por diante.
Se continuarmos aninhando estes “nadas”, um dentro do outro, como aquelas bonecas russas, as matrioshkas, eventualmente veremos toda a matemática emergir. É o que o matemático Ian Stewart da Universidade de Warwick, Reino Unido, chama de “o mais terrível segredo da matemática: está toda baseada em nada”.
A realidade pode vir a ser a matemática, mas a matemática vem a ser nada. E um universo feito de nada não precisa de explicação. As estruturas da matemática aparentemente não precisam de uma origem física: um dodecaedro nunca foi criado, como diz Max Tegmark, do Instituto de Tecnologia Massachusetts (MIT). “Para ser criado, alguma coisa primeiro tem que não existir no espaço ou tempo e então existir”.
Um dodecaedro não existe no espaço ou no tempo – ele existe independente de espaço e tempo. Mesmo o espaço e tempo estão contidos em estruturas matemáticas maiores, estruturas que apenas existem, não podem ser criadas ou destruídas.
Mas aí temos outro problema: por que o universo é feito só de uma parte da matemática que conhecemos? Há muita matemática, e só uma pequena parte dela aparece no mundo físico.
Algumas vezes algumas estruturas que parecem arcanos e não físicas acabam sendo relacionadas com o mundo físico. Os números imaginários, por exemplo, eram considerados merecedores do nome “imaginários”, mas agora são usados para descrever o comportamento de partículas elementares. A geometria não euclidiana acabou aparecendo na gravidade. Mas mesmo assim, tudo isto não passa de uma pequena porção da matemática que conhecemos.
O professor Tegmark acredita que a existência física e a existência matemática são a mesma coisa, então qualquer estrutura que existe na matemática, é também uma estrutura física, real. Mas e a matemática que nosso universo não usa?
“Outras estruturas matemáticas correspondem a outros universos”, diz Tegmark. É o que ele chama de “multiverso nível 4″, e é muito mais estranho que os multiversos discutidos pelos cosmólogos.
Os multiversos dos cosmólogos são governados pelas mesmas regras matemáticas básicas do nosso universo, mas o multiverso de nível 4 de Tegmark opera com matemáticas completamente diferentes.
Tudo isto parece muito bizarro, mas a hipótese de que a realidade física é fundamentalmente matemática já passou por muitos testes. Até agora, a matemática tem sido usada com sucesso para avançar a física. Como dizia Galileu Galilei, o livro da natureza é escrito na linguagem da matemática.
Mas e se a realidade não estiver nos números? “Talvez algum dia a gente encontre uma civilização alienígena e mostre para eles tudo que já descobrimos sobre o universo”, diz Greene, “e talvez eles digam ‘ah, a matemática, a gente já tentou usar ela, mas ela é muito limitada, aqui está o que realmente constrói a realidade’. E o que isto seria? É difícil imaginar. Nossa compreensão da realidade fundamental está ainda dando os primeiros passos”.[New Scientist]

Referência

12 de novembro de 2012

NOSSAS EMOÇÕES SINALIZAM

Este alerta está colocado na porta de um espaço terapêutico.

O resfriado escorre quando o corpo não chora.
A dor de garganta entope quando não é possível comunicar as aflições.
O estômago arde quando as raivas não conseguem sair.
O diabetes invade quando a solidão dói.
O corpo engorda quando a insatisfação aperta.
A dor de cabeça deprime quando as duvidas aumentam.
O coração desiste quando o sentido da vida parece terminar.
A alergia aparece quando o perfeccionismo fica intolerável.
As unhas quebram quando as defesas ficam ameaçadas.
O peito aperta quando o orgulho escraviza.
O coração enfarta quando chega a ingratidão.
A pressão sobe quando o medo aprisiona.
As neuroses paralisam quando a"criança interna" tiraniza.
A febre esquenta quando as defesas detonam as fronteiras da imunidade.

O plantio é livre, a colheita, obrigatória ... Preste atenção no que você esta plantando, pois será a mesma coisa que irá colher!!


Fonte

9 de novembro de 2012

DNA DESCOBERTAS

DNA descobertas - Gregg Braden os efeitos das emoções na saúde: Self Healing DNA descobertas o Onipotente cura poder de Visualizar o céu na terra e mais importante, fluindo com sentimentos dessa visão ser real, é explicado abaixo: abaixo estão três surpreendentes experimentos com DNA que prova que DNA pode curar a mesmo de acordo com os "sentimentos" do indivíduo como relatado recentemente por Gregg Braden. 

Em seu recente programa intitulado cura corações/cura nações: A ciência da paz e o poder da oração, Gregg Braden discutido como no passado perdemos enormes quantidades de informações de antigas tradições espirituais (quando a biblioteca de Alexandria queimada perdemos pelo menos 532.000 documentos), e que pode haver informações nessas tradições que poderia nos ajudar a entendem alguns dos mistérios da ciência. Para tal, ele relatou em três experimentos muito interessantes. Gregg Braden começou como um cientista e engenheiro, começou a perseguir estas questões maiores.

EXPERIMENTO #1 o primeiro experimento, ele relatou que foi feito por Dr.Vladimir Poponin, um quantumbiologist. Neste experimento, primeiro um recipiente foi esvaziado (ou seja um vácuo foi criado dentro dele), e, em seguida, a única coisa que deixou de lhe foram fótons (partículas de luz).

Eles medido a distribuição (ou seja, o local), dos fótons e encontraram eram completamente aleatórios dentro do recipiente. Este foi o resultado esperado. Em seguida, alguns DNA foi colocado dentro do recipiente e a distribuição (localização) dos fótons foi medida. Desta vez os fótons foram ALINHADOS acima em uma maneira ordenada e aliaram com o DNA. Em outras palavras, o DNA físico teve um efeito sobre os fótons não-físico.

Depois disso, o DNA foi removido do recipiente e a distribuição dos fótons foi medida novamente. Os fótons PERMANECERAM requisitado e alinharam onde tinha sido o DNA. O que são partículas ligadas à luz?

Gregg Braden diz que somos obrigados a aceitar a possibilidade que existe algum novo campo de energia, uma teia de energia, e o DNA está se comunicando com os fótons por meio dessa energia.

EXPERIMENTO #2 Estas foram experiências feitas pelos militares. Leucócitos (glóbulos brancos) foram coletados para DNA de doadores e colocados em câmaras, para que pudessem ser medida alterações elétricas. Neste experimento, o doador era colocado em um quarto e submetido a "estimulação emocional", consistindo de clips de vídeo, o que gerou diferentes emoções do dador. O DNA era colocado em uma sala diferente no mesmo edifício. O doador e seu DNA eram monitorados e como doador exibiu emocionais picos ou vales (medidos por respostas eléctricas), o ADN exibiu o idêntico respostas ao exato mesmo tempo. Não havia nenhum tempo de latência, sem tempo de transmissão. Os vales e picos de DNA exactamente igual os picos e vales do doador em tempo.

O militar queria ver quão longe poderiam separar o doador do seu DNA e ainda obter este efeito. Eles pararam depois de terem separaram o DNA e o doador por 50 km e ainda tinham o mesmo resultado de teste. Nenhum tempo de latência; não há tempo de transmissão.

O DNA e o doador tiveram as mesmas respostas idênticas no tempo. O que isso pode significar?

Gregg Braden diz que isto significa que células vivas se comunicar através de um formulário previamente não reconhecido de energia. Esta energia não é afetada pelo tempo e distância. Esta é uma forma de não-local de energia, uma energia que já existe em todos os lugares, o tempo todo.

EXPERIÊNCIA #3 o terceiro experimento foi feito por theInstitute ofHeart Mathand o papel que foi escrito sobre isso foi intitulada: locais e não locais efeitos de coerente coração frequências sobre mudanças conformacionais de DNA. (Desconsidere o título! A informação é incrível). Esta é a experiência que relaciona-se diretamente para a situação de antraz. Neste experimento, alguns placenta humana (a forma mais pura de DNA) do DNA foi colocado em um recipiente do qual eles poderiam medir as mudanças no DNA. Vinte e oito frascos de DNA foram dadas (uma cada) para 28 pesquisadores treinados. Cada pesquisador havia sido treinado como gerar e sentir sentimentos, e cada um tinha fortes emoções.

O que se descobriu foi que o DNA mudou sua forma de acordo com os sentimentos dos pesquisadores: 1. quando os pesquisadores sentiram gratidão, amor e apreço, o DNA respondeu relaxante e as vertentes desenrolado. O comprimento do DNA tornou-se mais tempo. 2. Quando os pesquisadores sentiu raiva, medo, frustração ou stress, o DNA respondeu apertando-se. Tornou-se mais curtos e ALTERNADOS fora muitos dos nossos códigos de DNA! Se você nunca sentiu "desligado" por emoções negativas, agora você sabe por que seu corpo foi igualmente fechado também. Inverteu-se o desligamento dos códigos de DNA e os códigos foram volta novamente ligados ao sentimento de amor, alegria, gratidão e apreço foram sentido pelos pesquisadores.

Esta experiência foi mais tarde seguida pelo testes de pacientes HIV positivos. Eles descobriram que os sentimentos de amor, gratidão e apreço criado 300.000 vezes a resistência tiveram sem esses sentimentos. Então aqui está a resposta para o que pode ajudá-lo a ficar bem, não importa qual terrível vírus ou bactérias podem estar flutuando. Mantenha-se em sentimentos de alegria, amor, gratidão e apreço!

Estas alterações emocionais ultrapassou os efeitos de electro-magnetismo. Indivíduos treinados em amor profundo foram capazes de alterar a forma de seu DNA. Gregg Braden diz que isto ilustra uma nova forma reconhecida de energia que conecta toda a criação.

Esta energia parece ser uma firmemente tecida teia que conecta toda a matéria. Essencialmente, nós somos capazes de influenciar este web da criação através de nossa vibração.

Fonte

7 de novembro de 2012

A CRIAÇÃO


"Quando fixamos os olhos atenta e reflexivamente num objeto - seja ele uma célula revelada por um microscópio, seja uma estrela revelada por um telescópio - ele nos obriga inevitavelmente a compreender que uma inteligência infinita governa estes cosmos maravilhoso. A maneira planejadada em que o universo é organizado denuncia, no mínimo, a atividade de uma Mente que compreende."

Paul Brunton

Via facebook: Fonte Eterna

5 de novembro de 2012

EMPATIA

Todo mundo em algum momento já ouviu falar sobre empatia. As empresas observam de perto a capacidade de empatia de seus líderes e muitas vezes não concedem promoções pela falta desta habilidade. Um pai sem empatia é um problema, um parceiro sem empatia pode destruir um casamento. A empatia faz toda a diferença nos relacionamentos.
O termo empatia foi utilizado pela primeira vez por E.B. Titchener, psicólogo, e origina-se da palavra grega empátheia, que significa “entrar no sentimento”. Para alcançarmos este estágio é necessário deixar de lado nossos próprios pontos de vista e valores para poder entrar no mundo do outro sem julgamentos. E como isso é difícil !
E como belamente disse Jacob Levy Moreno:  “E quando estiveres perto eu arrancarei os seus olhos e os colocarei no lugar dos meus. E tu arrancará os meus olhose os colocará no lugar dos teus. Então, eu te olharei com teus olhos tu me olharás com os meus.”    Acho que esta definição é perfeita também para empatia pois exige uma disposição de se desprender de si mesmo. Empatia não significa concordar com o outro, significa apenas compreendê-lo, olhar sob o seu ponto de vista. Leorando Boff explica: “Todo ponto de vista é a vista de um ponto. Os olhos enxergam a partir de onde os pés pisam”  E é assim mesmo, nós achamos que nossa miopia explica as coisas e, sem sair da nossa zona de conforto, cheios de segurança, discurssamos aos outros nossas “verdades absolutas”.  Pessoas assim são consideradas arrogantes, prepotentes ou mesmo ignorantes pois lhes falta humildade e inteligência emocional para sair de sua visão de “umbigo” e ver além.
A vida pessoal e profissional de uma pessoa pode mesmo ficar bloqueada por sua deficiência em ser empática.  Uma pessoa mal humorada que chega em casa e desconta seu stress em sua família, não está sendo empática. Um líder que não sabe encontrar as palavras certas para influenciar seus liderados, não está sendo empático. Uma mãe que, quando sua filha a procura para desabafar, não a ouve e já inicia um tratado sobre o que é certo ou errado, não é empática, um médico que dá um resultado de exame como quem fala sobre futebol com seu vizinho, não é nada empático, um professor que chega em sala para dar aula e ignora o que está acontecendo com seu grupo de alunos, tem empatia deficiente. Enfim, a capacidade de empatia é essencial para o bem viver e desenvolvê-la é além de um cuidado consigo mesmo, uma demosntração de respeito ao próximo.
A psicoterapia ajuda a pessoa a aumentar sua inteligência emocional e sua capacidade empática.
A empatia tem sido considerada como um atributo necessário a todas as pessoas que buscam se relacionar saudavelmente e eficientemente. Muitas pessoas equivocadamente confundem “ser empático” com “ser simpático”, mas esses dois termos não são sinônimos. Simpatia pressupõe solidariedade, enquanto que a empatia pressupõe compreensão. Logo, percebemos que a pessoa simpática cria um envolvimento emocional com certa facilidade. Entretanto, a pessoa empática estabelece comunicação eficiente. Quando não se cria empatia em uma relação, seja em um relacionamento amoroso, de trabalho ou em qualquer outra forma de interação humana, pode-se dizer que não há verdadeiramente um diálogo, e sim dois monólogos ocorrendo simultaneamente.  Duas são as situações e atitudes geradoras de empatia. A primeira atitude é da pessoa que se coloca no lugar da outra. A segunda atitude empática é a da pessoa que estimula a outra a se colocar em seu lugar. No primeiro caso predomina a capacidade de entender e no segundo a capacidade de se fazer entender. As duas são igualmente importantes.
Crianças aprendem sobre empatia quando seus pais lhes ensinam. Ensinar exige tempo e dedicação, além de muita paciência. No entanto é reconfortante quando um pai presencia seu filho exercitando empatia na escola, em casa com os irmãos ou em qualquer local por onde passe. Crianças empáticas não tem preconceitos, esperam sua vez, reconhecem uma ajuda, cedem a vez, são adequadas socialmente e emocionalmente.
Silvia Barros

1 de novembro de 2012

O TEMPLO DA ALMA


Na contemplação da Natureza, sempre encontramos a paz, na observação de detalhes que chamam nossa atenção, quando nos dispomos a entender as dádivas da vida em tudo o que nos cerca... Olhando o horizonte azulado, neste entardecer de luzes e cores, numa renovação constante, demonstrando-nos que nada é estático na Natureza e que este dinamismo sublime exemplifica para todos nós o incessante apelo às mudanças benéficas ao nosso crescimento espiritual.

Prosseguir sempre, encorajados pela fé e pelo conhecimento espírita, mesmo que a dor ou a enfermidade nos limitem as possibilidades de avançar com a mesma intrepidez que desejaríamos. O importante é não permitir que o sofrimento nos intimide ou a dificuldade perturbe nossa compreensão das leis divinas para assim podermos continuar vivenciando o amor e exercitando o perdão sempre que causas externas e humanas dificultarem nossa caminhada.

Na mesma proporção que buscamos o entendimento maior dentro de nós mesmos, não retendo mágoas nem desenganos, auferindo nossos valores morais através das lutas e das dores aflitivas, começamos a compreender melhor os outros companheiros de nossa jornada redentora, a entender com mais ampla acuidade o que nos cerca, o meio em que vivemos, e notamos com maior interesse a beleza do mundo, quando a Natureza se apresente aos nossos olhos tão intensamente bela, convidando-nos a reflexões mais profundas e à gratidão a Criação.

Quantas vezes nos quedamos em cismares e dúvidas ante o futuro que nos aguarda?
Quantas vezes, ainda, deixamos o desalento se apossar de nossas almas?
Não é fácil, manter a coragem e a fé perante a dor que vergasta nossa alma, turvando nossos pensamentos e impedindo-nos de discernir, de manter a lucidez...

Mesmo assim, lutando contra o pessimismo e a descrença, que são ácidos corrosivos da alma, teremos que buscar na prece a força para prosseguir e nos manter atuantes no bem, sem o que nossa dor será maior e mais sentida.

Ninguém poderá nos dar esta compreensão maior senão nós mesmos. Se já temos a bênção do entendimento das leis divinas, sustentados pela fé, buscaremos no templo de nossa alma as luzes que nos clarificam o Espírito e suavizam nossos sentimentos mais íntimos.

Não nos importa a solidão imposta pelos que não caminham conosco, paralisados pela ingratidão e receosos de participarem de nossas vidas em momentos assim de dores e dificuldades...

Eles caminham mais lentamente ou se deixaram ficar no vale das incertezas e das paixões fugazes.

Quando identificamos os valores da alma e somos enriquecidos por esta compreensão maior, podemos adentrar com mais facilidade os recônditos de nosso ser, iluminados pela fé e alimentados pelo trabalho do bem, sempre dispostos a ajudar e a compreender as fragilidades humanas, porque já nos avaliamos com sinceridade e sabemos de nossas imperfeições morais e dificuldades interiores.

Por isso sofremos, choramos e nos debatemos ante as perdas e as dores do caminho... Entretanto, não nos detemos mais.


Em belíssima mensagem, Emmanuel nos ensina:

"A solidão com o serviço aos semelhantes gera a grandeza.
A rocha que sustenta a planície costuma viver isolada e o Sol que alimenta o mundo brilha sozinho.
Não te canses de aprender a ciência da elevação."

Sempre que leio esta página do nobre Benfeitor, a qual se chama "Solidão", fico pensando na grandeza deste Espírito que nos legou mensagens tão significativas, tão oportunas, que nos acompanham desde longos anos, sem perder sua valiosa ajuda, como suporte e orientação em nossas vidas. E aprender a ciência da elevação, como nos recomenda, acredito ser, para todos nós - o exercício constante do amor e do perdão nas lutas de cada dia, no enfrentamento dos problemas que nos afligem, na caridade do esquecimento de nossas dores para aliviar a dos que chegam até nós sedentos de paz, aflitos e cansados, por desconhecerem o que já amealhamos em contato com a riqueza da elevação espiritual.

Por ser pouco conhecida e ainda menos entendida, infelizmente, pela maioria dos homens, é dever nosso prosseguir estudando seu conteúdo e exemplificando os valores com que ela nos beneficia, para assim eriquecermos cada vez mais o templo de nossa alma, nosso refúgio sagrado, onde nos reabastecemos através da prece e dos sentimentos enobrecidos, conquistados na exemplificação do amor e da caridade.

Neste recanto sublime, encontraremos a paz e o convite ao baquete, que fala ao nosso coração, dulcificando-nos as nossas emoções. Um sentimento profundo de gratidão nos envolve o ser.

Quando a perfeição adentra o santuário de nossa alma, tudo se transforma em nosso interior e em torno de nossas vidas, porque os valores se modificam, a visão se nos alarga, e mesmo sofrendo as injunções expiatórias, mesmo trazendo as imperfeições morais de que ainda somos portadores, sabemos que estamos caminhando na direção dela, alimentados pela fé e pelo amor, confiantes em que estamos buscando a transformação moral para sanear nossa consciência e ampliar nossa sensibilidade ante a grandeza da vida imperecível.

- Lucy Dias Ramos -

Fonte: O Reformador nº. 2.158, janeiro/2009.
Imagens: http://www.facebook.com/photo.php?fbid=486844518017048&set=a.424959727538861.103404.424723874229113&type=1&theater
http://www.facebook.com/photo.php?fbid=486783788023121&set=a.424959727538861.103404.424723874229113&type=1&theater

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

MEDITAÇÃO DA LUZ DOURADA

MEDITAÇÃO DA LUZ DOURADA
Deve-se estar sentado confortável com a coluna vertebral bem direita. Começamos por inspirar profundamente pelo nariz e expiramos pela boca. Visualizamos a inspiração em energia branca e pura e a expiração levando todas as toxinas e energias negativas em névoas negras. Seguidamente concentramo-nos na energia do universo, das estrelas, dos planetas e focalizamo-nos em inspirar essa energia, preenchendo-nos completamente com ela. Sentimos o nosso corpo envolvido e preenchido com essa energia de paz e amor universal. Mantemos esta sensação durante cerca de dois minutos e depois, lentamente, pensamos somente em inspirar paz. Pensamos na paz e concentramo-nos na respiração desse sentimento, um sentimento de paz. Quando expiramos, enviamos paz também para o universo, preenchendo-o. Fazer esta respiração durante cerca de dois minutos e está-se pronto para a Meditação da Luz Dourada. Visualizamos de seguida, que inspiramos uma luz dourada. Sentimo-la a entrar para os nossos pulmões e a espalhar-se por todo o nosso corpo. Fazêmo-lo nove vezes. Passamos a respirar regularmente pelo nariz. Depois, começamos a visualizar uma linha dourada desde a base da espinha até ao topo da cabeça. Visualizamos essa linha dourada da grossura de um fio de electricidade. Fazêmo-lo nove vezes. Visualizamos então a grossura do fio dourado a aumentar lentamente até atingir a grossura de um lápis. Sentimos a luz dourada desde a ponta da espinha até ao topo da cabeça. Novamente sentimos a expansão da grossura da luz dourada até atingir a grossura de um dedo a fluir desde o topo da cabeça até à base da espinha. Agora, sentimos a luz a expandir-se para uma coluna de luz dourada que flui desde a base da espinha até o topo da cabeça. Visualizamos esta bela coluna de luz dourada a expandir-se lentamente até nos envolver completamente todo o corpo. Ficamos a sentir, pacificamente, essa luz dourada a envolver-nos. Agora, lentamente visualizamos a coluna de luz que nos envolve, a transformar-se num grande ovo de luz dourada que nos envolve completamente. Sentimos a sua paz e também a sua protecção. Tudo o que está dentro desse ovo cintila de energia, alimenta a nossa aura de energia e fortalece-a. Ficamos durante cerca de dois minutos sentindo-nos envolvidos por esse ovo de luz dourada. Depois, começamos a visualizar o encolhimento do ovo dourado. Primeiro sentindo-o voltar à forma de coluna, e depois lentamente sentimo-la encolher até à base da espinha e ao topo da cabeça. Depois sentimo-la a encolher lentamente até ficar do tamanho de um dedo, depois de um lápis, e finalmente, da grossura dum único fio dourado. Agora, sentimos a energia desse fio dourado a fluir desde a base da espinha até ao topo da cabeça e focalizamo-nos no ponto de intersecção das linhas do terceiro olho e do topo da cabeça. Respiramos por nove vezes, sentindo a energia da luz dourada nesse local da cabeça e depois, deixamos a energia fluir de novo para a boca, estômago, baixo abdómen, deixando-a dissolver-se aí lentamente. Respiramos fundo mais umas quantas vezes e sentimos toda a paz e protecção que essa luz dourada nos proporcionou. Sentimos que podemos fazer esse exercício sempre que quisermos, envolver-nos nessa luz dourada e fortalecer a nossa aura com a sua protecção e energia.

Seguidores

Follow by Email

“O que for a profundeza do teu ser, assim será teu desejo.

O que for o teu desejo, assim será tua vontade.

O que for a tua vontade, assim serão teus atos.

O que forem teus atos, assim será teu destino.”

Brihadaranyaka Upanishad

Transforme-se em ti mesmo e descubra quem você é.

Transforme-se em ti mesmo e descubra quem você é.
Seja LUZ !!!

DEIXE A TUA LUZ BRILHAR

DEIXE A TUA LUZ BRILHAR
Desperte para a regeneração da alma e do próprio corpo físico, começando por se desintoxicar daquilo que desequilibra a tua saúde física. Depure e purifique teus pensamentos, olhando mais para o Sol da verdade, do que para as nuvens da ignorância. Quem se faz luz não teme a escuridão, nem nevoeiros passageiros. Sabe que tudo que não for essencialmente divino, passa e se transmuta. Sendo assim, transmute-se!