1 de junho de 2011

A RAZÃO, EMOÇÃO E INTUIÇÃO

A RAZÃO é caracterizada como sendo: objetiva, racional, estática, de causa final, por isso aperfeiçoa-se, dispõe de discurso lógico, é humana e intelegível e baseia-se na dedução.

EMOÇÃO, é subjetiva, é psico-somática e bipolar, é dinâmica, assenta em instintos, educa-se, é reativa e de tipo animal e afetivo.

INTUIÇÃO, apresenta-se como sensível, espiritual e metafísica, nasce da revelação, ou da iluminação que permite uma percepção, por vezes de natureza paranormal e instantânea e resultante de uma causação circular holística.

A teoria e epistemologia do conhecimento assentam numa pluralidade de vias de acesso, entre elas a emoção, a razão e a intuição, formas pelas quais se manifesta a consciência humana, através de graus diversos do estado de inteligência cerebral.


Fazendo paralelismo com a evolução dos ser humano...até aos cerca de 7 anos de idade desenvolvem-se conhecimentos pela via da emoção, quase exclusivamente, e atingida a idade da razão... e pelo menos até a maioridade, prevalece a via racional, sem prejuizo de se manter o poder aquisitivo do conhecimento pela emoção, e finalmente já em plena idade adulta e em maturidade, atinge-se um terceiro patamar de desenvolvimento, o acesso à intuição que interage, em processo de causação circular, com as anteriores categorias, e assim permite a percepção e expressão superiores, de forma holística, e tendendo ao universal.


Ou seja, temos a fase do aprendiz...numa primeira viagem emocional em que prevalecem os tumultos da vida profana, uma segunda fase racionalista, de companheiro, em que se confia na experiência da mão que nos guia, até chegar ao momento da terceira e última viagem, a do Mestre, onde atingimos a vivência do eterno, para onde vamos, na compreensão de quem somos, e de onde vimos.

Outras vias e caminhos ainda existem, de dificil identificação, e dependentes da maturidade, e grau de elevação espiritual, de que são exemplos de formas de comunicação e percepção, como o esoterismo, pelos símbolos, a telepatia pela mente, e a música pelas sonoridades, portanto com ausência de verbo, ou palavras.

Música, por exemplo, fica sempre aquém das palavras, mas também para além delas. E quem tem dúvidas que pela melodia, sem poema, ou letra, se transmitem, e adquirem conhecimentos valiosos? E  quantas vezes tudo se passa em simultâneo, pela via da emoção, da razão, da intuição e da música?

Retirado de :

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

MEDITAÇÃO DA LUZ DOURADA

MEDITAÇÃO DA LUZ DOURADA
Deve-se estar sentado confortável com a coluna vertebral bem direita. Começamos por inspirar profundamente pelo nariz e expiramos pela boca. Visualizamos a inspiração em energia branca e pura e a expiração levando todas as toxinas e energias negativas em névoas negras. Seguidamente concentramo-nos na energia do universo, das estrelas, dos planetas e focalizamo-nos em inspirar essa energia, preenchendo-nos completamente com ela. Sentimos o nosso corpo envolvido e preenchido com essa energia de paz e amor universal. Mantemos esta sensação durante cerca de dois minutos e depois, lentamente, pensamos somente em inspirar paz. Pensamos na paz e concentramo-nos na respiração desse sentimento, um sentimento de paz. Quando expiramos, enviamos paz também para o universo, preenchendo-o. Fazer esta respiração durante cerca de dois minutos e está-se pronto para a Meditação da Luz Dourada. Visualizamos de seguida, que inspiramos uma luz dourada. Sentimo-la a entrar para os nossos pulmões e a espalhar-se por todo o nosso corpo. Fazêmo-lo nove vezes. Passamos a respirar regularmente pelo nariz. Depois, começamos a visualizar uma linha dourada desde a base da espinha até ao topo da cabeça. Visualizamos essa linha dourada da grossura de um fio de electricidade. Fazêmo-lo nove vezes. Visualizamos então a grossura do fio dourado a aumentar lentamente até atingir a grossura de um lápis. Sentimos a luz dourada desde a ponta da espinha até ao topo da cabeça. Novamente sentimos a expansão da grossura da luz dourada até atingir a grossura de um dedo a fluir desde o topo da cabeça até à base da espinha. Agora, sentimos a luz a expandir-se para uma coluna de luz dourada que flui desde a base da espinha até o topo da cabeça. Visualizamos esta bela coluna de luz dourada a expandir-se lentamente até nos envolver completamente todo o corpo. Ficamos a sentir, pacificamente, essa luz dourada a envolver-nos. Agora, lentamente visualizamos a coluna de luz que nos envolve, a transformar-se num grande ovo de luz dourada que nos envolve completamente. Sentimos a sua paz e também a sua protecção. Tudo o que está dentro desse ovo cintila de energia, alimenta a nossa aura de energia e fortalece-a. Ficamos durante cerca de dois minutos sentindo-nos envolvidos por esse ovo de luz dourada. Depois, começamos a visualizar o encolhimento do ovo dourado. Primeiro sentindo-o voltar à forma de coluna, e depois lentamente sentimo-la encolher até à base da espinha e ao topo da cabeça. Depois sentimo-la a encolher lentamente até ficar do tamanho de um dedo, depois de um lápis, e finalmente, da grossura dum único fio dourado. Agora, sentimos a energia desse fio dourado a fluir desde a base da espinha até ao topo da cabeça e focalizamo-nos no ponto de intersecção das linhas do terceiro olho e do topo da cabeça. Respiramos por nove vezes, sentindo a energia da luz dourada nesse local da cabeça e depois, deixamos a energia fluir de novo para a boca, estômago, baixo abdómen, deixando-a dissolver-se aí lentamente. Respiramos fundo mais umas quantas vezes e sentimos toda a paz e protecção que essa luz dourada nos proporcionou. Sentimos que podemos fazer esse exercício sempre que quisermos, envolver-nos nessa luz dourada e fortalecer a nossa aura com a sua protecção e energia.

Seguidores

Follow by Email

“O que for a profundeza do teu ser, assim será teu desejo.

O que for o teu desejo, assim será tua vontade.

O que for a tua vontade, assim serão teus atos.

O que forem teus atos, assim será teu destino.”

Brihadaranyaka Upanishad

Transforme-se em ti mesmo e descubra quem você é.

Transforme-se em ti mesmo e descubra quem você é.
Seja LUZ !!!

DEIXE A TUA LUZ BRILHAR

DEIXE A TUA LUZ BRILHAR
Desperte para a regeneração da alma e do próprio corpo físico, começando por se desintoxicar daquilo que desequilibra a tua saúde física. Depure e purifique teus pensamentos, olhando mais para o Sol da verdade, do que para as nuvens da ignorância. Quem se faz luz não teme a escuridão, nem nevoeiros passageiros. Sabe que tudo que não for essencialmente divino, passa e se transmuta. Sendo assim, transmute-se!